porMonica Macedo Costa

Qual o custo de uma falha em produção?

A resposta para essa pergunta é… quanto mais tarde, mais caro será para corrigi-la.

Essa imagem exemplifica como o custo de uma falha pode crescer exponencialmente no decorrer do tempo, quando ela não é encontrada na fase de desenvolvimento do projeto.

 

Resultado de imagem para custo de um erro

Imagine o seguinte cenário:

Suponhamos que você está desenvolvendo um e-commerce.

Devido ao prazo de entrega apertado, você decidi subir o sistema em produção sem realizar os testes necessários para garantir a qualidade, performance e segurança do seu sistema.

Você anuncia o seu e-commerce em vários veículos de comunicação e consequentemente recebe vários acessos de clientes interessados nos seus produtos. Ótimo não é mesmo?

Milhares de vendas são realizadas em um único dia. Feliz da vida, após abrir um champanhe para comemorar o sucesso, você vai conferir os relatórios financeiros e descobre que devido a um erro no sistema, todos os boletos de pagamento foram gerados com os valores incorretos, onde cada boleto gerado estava cobrando 10% de acréscimo do valor total da compra.

 

Os primeiros problemas que você iria enfrentar:  

  • Telefones tocando sem parar
  • Reclamações em cima de reclamações
  • Marketing negativo nos canais de comunicação
  • Falta de confiabilidade do seu e-commerce no mercado
  • Insatisfação dos clientes e usuários
  • Perda de mercado

 

Agora vamos pensar em números, imagine a despesa que você teria com:

  • Aumento de custos com suporte
  • Aumento de custos com a central de atendimento ao cliente.
  • Aumento de custos com marketing
  • Aumento de custo de alocação dos colaboradores concorridos para corrigir a falha
  • Aumento de custo com planos de ações de marketing para reconstruir a imagem da sua marca novamente.

Momento de reflexão…!

Uma coisa é certa, quando as empresas encontram-se em pleno caos, para não perder o cliente e principalmente para não afetar a sua imagem no mercado, elas não medem esforços para resolver os problemas o mais rápido possível, e geralmente as estratégias mais ágeis, são as mais caras.

Existe uma estimativa que a cada 1000 linhas de códigos desenvolvidas, 70 novos bugs são criados e 15 serão descobertos pelo seu cliente. Com isso, cada bug corrigido em sistemas que estão no ar, ou seja, que estão em produção custará 30 vezes mais (tempo e dinheiro) para serem corrigidos do que se tivessem sido descobertos na fase de desenvolvimento.

 

Veja alguns exemplos do custo de falhas nos sistemas:

(2007) – ARQUIVOS DO PROJETO FBI VIRTUAL: Custo de US$170 milhões.

(2004) – ERRO EM SOFTWARE DO REINO UNIDO DESTRÓI REGISTROS FISCAIS: Custo de no mínimo £85 milhões.

(2004) – PROJETO DE SOFTWARE DA FORD E ORACLE DESABA: Custo US$400 milhões.

(1962) – FALHA EM FOGUETE POR FALTA DE UM HÍFEN: Custo de US$135 milhões.

Por esse motivo o teste de software é tão importante, realizando os testes no decorrer do desenvolvimento, no ambiente de homologação e na fase de entrega em produção, você garante a entrega de um produto de qualidade, gerando maior confiabilidade dos seus clientes.

Somos especialistas na realização de testes de softwares, buscamos nos aperfeiçoar a cada dia, para oferecer sempre as melhores soluções para os nossos clientes.

 

Realizamos os seguintes tipos de testes:

  • Monitoramento e performance
  • Teste de Performance
  • Testes Funcionais
  • Teste de Usabilidade
  • Teste de Regressão
  • Teste de desempenho
  • Teste de Integração
  • Teste de Interface

Faça um orçamento personalizado e descubra como garantir qualidade e confiabilidade do seu sistema.

Deixe uma resposta